As Principais manchetes para essa Terça Feira

29 ago 2017

Principais manchetes do dia

Brasil

·         Na agenda de indicadores, às 14h30 será  resultado do Governo Central, cuja expectativa do mercado é déficit  de R$ 18,3 bilhões em julho. A agenda do Congresso está cheia, destaques para a votação da Medida Provisória 777, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP) no plenário da Câmara às 13h00, e às 14h30 está prevista para votar o projeto de lei que altera as metas fiscais de 2017 e 2018, na Comissão Mista do Orçamento (CMO). A Comissão Especial da Câmara deve votar a reforma política às 14h00. Na semana passada a votação foi adiada por falta de acordo sobre as duas principais modificações nas regras eleitorais em debate: a adoção do “distritão” como sistema de votação para o Legislativo e a criação de um fundo com verbas públicas para custear as campanhas. A proposta precisa ser aprovada na Câmara e no Senado até o início de outubro.

·         A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado sabatina Paulo Sérgio Neves de Souza e Maurício Costa de Moura às 10h00, ambos indicados para a diretoria do Banco Central. O presidente Michel Temer viaja para a China, onde participa da reunião dos BRICS às 9h30.

·         Segundo publicação do Broadcast, a consultoria política Arko Advice “divulgou uma pesquisa que apontou que 83% dos deputados avalia que a proposta de reforma da Previdência não será aprovada este ano pelo Congresso Nacional. Os pesquisadores ouviram 201 dos 513 deputados federais, abrangendo 25 partidos políticos. A chance de o plenário aprovar o texto que passou pela Comissão Especial é muito baixa: 8,45%, de acordo com o resultado da pesquisa. Para quase metade dos entrevistados (48,75%) a proximidade com as eleições de 2018 é o principal obstáculo à aprovação da proposta, seguido pela falta de apoio entre os aliados (34,82%)”.

Estados Unidos

·         A agenda de indicadores começa o dia com o Índice de Preços de Imóveis Residenciais da S&P às 9h30, a expectativa do mercado é 0,1% MoM e 5,6% YoY em junho, e às 11h00 Confiança do Consumidor do Conference Board, o mercado estima uma desaceleração de 121,1 para 120,4.

Europa

·         Em dia de agenda esvaziada, o destaque na Europa é a leitura final do PIB da França, que veio em +0,5% QoQ, em linha com a prévia e com as expectativas do mercado. A aceleração das exportações, acima das importações, contribuiu positivamente para o resultado, assim como o Consumo das Famílias, que permaneceu relativamente aquecido, contribuindo com pouco mais de 0,2 ponto percentual na divulgação. A FBCF, por sua vez, desacelerou, variando apenas 0,7% QoQ no último trimestre (anterior havia sido 1,3%), e contribuiu com apenas 0,1 ponto.

·         Além disso, teve o Gfk da Confiança do Consumidor na Alemanha, que acelerou para 10,9 pontos, de 10,8 anterior, atingindo o maior patamar da série desde 2002.

Reino Unido

·         Hoje o único indicador por lá foi o Nationwide Housing Prices, que variou -0,1% MoM em agosto, levando o YoY a desacelerar para 2,1%, de 2,9% no mês anterior. Esse resultado é menor do que a expectativa do mercado, que esperava uma desaceleração menor, para 2,5% YoY. Os analistas receberam esse número como evidência de que o mercado imobiliário por lá também está desaquecendo, assim como os demais setores, o que pode contribuir para a argumentação da ala dovish do BoE nas próximas reuniões, que atualmente é maioria.

Mercados e Commodities

·         Os mercados asiáticos fecharam majoritariamente em queda, os investidores mantiveram cautela com a notícia de que a Coreia do Norte realizou um novo teste com míssil balístico que sobrevoou o território do Japão antes de cair no mar. O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, descreveu a situação como uma inédita e grave ameaça “que prejudica seriamente a paz e a segurança na região”. As incertezas aumentaram o apetite pelo iene, que valorizava 0,67% frente ao dólar, ouro que subiu 0,82% e também pelas Treasuries. Na Oceania, Sydney fechou no negativo acompanhando as perdas no petróleo e minério de ferro.

·         Os mercados europeus operam no negativo também com o alerta da renovação das tensões geopolíticas envolvendo a Coreia do Norte. Quanto às moedas, além do enfraquecimento do dólar, a divisa comum europeia também se beneficiava de dados positivos divulgados esta manhã. O euro valorizava 0,48% e a libra 0,15%. Em Bruxelas, segue a rodada de negociações de saída do Reino Unido da União Europeia, que teve início ontem. Os investidores acompanharam a tradicional coletiva de verão da chanceler alemã Angela Merkel, há grande expectativa devido à proximidade das eleições gerais no país, marcadas para o mês que vem.

·         Os contratos futuros do petróleo operam em queda, as cotações ainda são afetadas pelos estragos à indústria petrolífera dos EUA pelo furacão Harvey. O cobre opera no positiva e o minério de ferro fechou no negativo.

dd

 

Quer Operar na Bolsa de valores? Clique aqui e conheça o Método EduIndex!

Você que é interessado na Bolsa de Valores, pode também ser um Trader! Clique aqui e baixe o e-Book “Como Iniciar a Vida de Trader”.


Leia também:

-> Edu Moraes é convocado para o Missão Trader Desafio Rússia

-> Missão Trader Desafio Rússia | Conheça os 7 Traders que vão embarcar com o Neto rumo à Rússia

-> Programador conta como transformou R$ 1 mil em R$ 300 mil com day trade e passou a viver da Bolsa

-> EXCLUSIVO: PROFITCHART MOBILE NO MISSÃO TRADER DESAFIO RÚSSIA

-> Deu gain, até debaixo de chuva no Missão Rússia

-> A Hora do Profit Especial – Missão Trader Desafio na Rússia

-> Desafio Rússia: Dinheiro no bolso já no primeiro dia

 -> Quer Operar na Bolsa de valores? Clique aqui e conheça o Método EduIndex!

-> Você que é interessado na Bolsa de Valores, pode também ser um Trader! Clique aqui e baixe o e-Book “Como Iniciar a Vida de Trader”.

 

Artigo Relacionado

Share

Edu Moraes
Edu Moraes

error: Content is protected !!