Confuso entre os candles? Conheça os principais padrões de reversão

26 out 2016

Arte milenar de analisar o mercado, os candlesticks podem sinalizar uma nova tendência; guia resume as principais formações

SÃO PAULO – Popularizado com o advento dos microcomputadores aos mercados acionários, os gráficos de candle vêm de longe. Os primeiros relatos sobre candles datam do século XVII, quando o japonês Munehisa Homma utilizou as “velas” para visualizar a tendência do mercado de arroz*.

Desde então, este tipo de gráfico ganhou a simpatia dos investidores, tanto pelo apelo visual em relação aos gráficos tradicionais de barras, quanto pela maior agilidade de se visualizar quais forças dominaram o mercado através das cores dos candles.

O ápice veio na década de 1980, quando o trader norte-americano Steve Nison realizou seus primeiros ensaios sobre os candlesticks, a fim de identificar padrões que definissem reversões ou continuações de tendência.

No início da década de 1990, Nison lançou o livro Japanese Candlestick Charting Techniques, que virou um dos principais guias sobre candlesticks já publicados, leitura mais do que obrigatória para os apreciadores da análise técnica.

O poder dos candles
Postados em importantes suportes e resistências do mercado, aliados às ferramentas de análise técnica como as Bandas de Bollinger, os candlesticks podem elevar a eficiência de se encontrar pontos de reversão.

Muito mais que decorar todos os candlesticks que existem nos manuais de análise técnica, os investidores devem saber interpretar as formações e ter a consciência de que as tendências não mudam repentinamente em função de um candlestick, mas que ele indica o início de um novo processo.

Segundo o trader norte-americano, o candlestick pode ser traduzido como um alerta de que a tendência do mercado começará a mudar. Em suas palavras: nada mais é do que “a percepção dos investidores em transformação”. Neste momento “é melhor você ajustar sua estratégia”.

Para entender melhor sobre os candlesticks e enumerar as principais formações, aliado à sua relevância dentro de um gráfico, Ricardo Dallalana, trader e um dos administradores da Arco Trading, desenvolveu um guia para sintetizar as características dos candlesticks. Confira:

Padrões de Reversão de Alta

  • Alta Confiabilidade

Piercing Line

Kicking

Bebê Abandonado

Estrela da Manhã

Three Outside Up

  • Média Confiabilidade

Dragonfly Doji

Long Legged Doji

Engolfo de alta

Gravestone

Harami Cross

Breakway

Padrões de Reversão de Baixa

  • Alta Confiabilidade

Dark Cloud

Bebê Abandonado

Estrela da Tarde

Three Black Crows

  • Média Confiabilidade

Dragonfly Doji

Engolfo de Baixa

Gravestone de Baixa

Harami Cross de Baixa

 

Quer Operar na Bolsa de valores? Clique aqui e conheça o Método EduIndex!

Você que é interessado na Bolsa de Valores, pode também ser um Trader! Clique aqui e baixe o e-Book “Como Iniciar a Vida de Trader”.


Leia também:

-> Edu Moraes é convocado para o Missão Trader Desafio Rússia

-> Missão Trader Desafio Rússia | Conheça os 7 Traders que vão embarcar com o Neto rumo à Rússia

-> Programador conta como transformou R$ 1 mil em R$ 300 mil com day trade e passou a viver da Bolsa

-> EXCLUSIVO: PROFITCHART MOBILE NO MISSÃO TRADER DESAFIO RÚSSIA

-> Deu gain, até debaixo de chuva no Missão Rússia

-> A Hora do Profit Especial – Missão Trader Desafio na Rússia

-> Desafio Rússia: Dinheiro no bolso já no primeiro dia

 -> Quer Operar na Bolsa de valores? Clique aqui e conheça o Método EduIndex!

-> Você que é interessado na Bolsa de Valores, pode também ser um Trader! Clique aqui e baixe o e-Book “Como Iniciar a Vida de Trader”.

Artigo Relacionado

Share

Edu Moraes
Edu Moraes

error: Content is protected !!